MARTIN LUTHER KING JR.

 



Dentre os nascidos da carne sem dúvida alguma Martin Luther king Júnior, foi um dos grandes espíritos de seu tempo, destacando-se por sua resistência pacífica contra a segregação racial nos Estados Unidos da América, num período em que os negros eram discriminados racialmente e excluídos dos vínculos sociais habituais, simplesmente por causa da cor da sua pele e afins, surge no cenário "branco "norte-americano um jovem "negro" que com determinação, ciência e fé, ousou sonhar em meio ao caos do preconceito.  

Ele nasceu em 15 de janeiro de 1929 na cidade de Atlanta (estado da Geórgia), formando-se em sociologia em 1948 na Morehouse College. Em 1951 formou-se no seminário teológico Crozer , casando-se em 1953 com a Sra. Coretta Scott King, com quem teve quatro filhos. Em 1954, tornou-se pastor na Igreja Batista na cidade de Montgomery (estado de Virgínia).

Esses dados são fragmentos do vasto currículo do Dr. King, é válido lembrar que desde cedo habituou-se a leitura não só de livros seculares, mas também da Bíblia fazendo dela a sua devoção absoluta.

Os biógrafos de Martim. L. king, dizem que ao se deparar com o texto do apóstolo Paulo escrito aos colossenses no capitulo três e versículo onze: Onde não há grego, nem judeu, nem circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; por que Cristo é tudo, e em todos, king despertou do sono dogmático, como disse Kant um dia ao ler, Hume.

Se Cristo é senhor de todos, M.L king ponderou ele também é senhor dos negros, e assim nascia ali a gênese de um "teologia negra" que se materializou no Lincoln memorial em uma marcha no dia 23 de agosto de 1963, onde proferiu o inesquecível sermão:  Eu tenho um sonho, (I Have dream).
Segue um pequeno trecho do discurso que entrou para história: 

Meus amigos, embora nós enfrentemos as dificuldades de hoje e ainda de amanhã, eu ainda tenho um sonho
É um sonho profundamente enraizado no sonho americano.

Eu tenho um sonho que um dia esta nação se levantará e viverá o verdadeiro significado de sua crença - nós celebraremos estas verdades e elas serão claras para todos, que os homens são criados iguais.

Eu tenho um sonho que um dia nas colinas vermelhas da Geórgia os filhos dos descendentes de escravos e os filhos dos desdentes dos donos de escravos poderão se sentar junto à mesa da fraternidade.

Eu tenho um sonho que um dia, até mesmo no estado de Mississippi, um estado que transpira com o calor da injustiça, que transpira com o calor de opressão, será transformado em um oásis de liberdade e justiça.

Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter. Eu tenho um sonho hoje!

Eu tenho um sonho que um dia, no Alabama, com seus racistas malignos, com seu governador que tem os lábios gotejando palavras de intervenção e negação; nesse justo dia no Alabama meninos negros e meninas negras poderão unir as mãos com meninos brancos e meninas brancas como irmãs e irmãos. Eu tenho um sonho hoje!

Eu tenho um sonho que um dia todo vale será exaltado, e todas as colinas e montanhas virão abaixo, os lugares ásperos serão aplainados e os lugares tortuosos serão endireitados e a glória do Senhor será revelada e toda a carne estará junta.

Esta é nossa esperança. Esta é a fé com que regressarei para o Sul. Com esta fé nós poderemos cortar da montanha do desespero uma pedra de esperança. Com esta fé nós poderemos transformar as discórdias estridentes de nossa nação em uma bela sinfonia de fraternidade. Com esta fé nós poderemos trabalhar juntos, rezar juntos, lutar juntos, para ir encarcerar juntos, defender liberdade juntos, e quem sabe nós seremos um dia livre. Este será o dia, este será o dia quando todas as crianças de Deus poderão cantar com um novo significado.

Em 14 de Outubro, M.L. king se tornou a pessoa mais jovem a receber o prêmio nobel da Paz, que foi outorgado em reconhecimento à sua nação e à sua liderança na resistência não violenta e pelo fim do preconceito racial nos Estados Unidos.

Ao escrever sobre M.L. king posso afirmar que ele foi a materialização da aspiração de um povo, mostrando por meio de seu sonhos que o sonho de um homem pode se tornar a realidade concreta de um povo, nação e por que não dizer do mundo, pois acredito que para ele sonhar era mais do que acreditar no impossível, sim, sonhar para ele era uma estrada que necessitava ser percorrida e porque não dizer marchada até concretização daquilo quer para muitos não passava de uma simples ilusão. 

Mas, como todo sonhador, ele não escapou daquelas mazelas que rondam os homens, tais como ódio, inveja, etc. Martin Luther King era odiado por muitos segregacionistas do sul, o que culminou em seu assassinato no dia 4 de abril de 1968, momentos antes de uma marcha, num hotel da cidade de Memphis.

O assassino se chamava James Earl Ray e confessou o crime.
Martin Luther King foi sepultado no centro Martin Luther King Jr,  Atlanta, Fulton Countym, Geórgia (Estados Unidos). O último discurso ocorreu no ano de 1968 com o tema,  "Eu vi a Terra prometida".

Hoje os Estado Unidos da América, possui um chefe de Estado, negro, tudo por que um dia, um homem acreditou em seus sonhos.



Paulo Mazarem
03 Mai. 2011
Florianópolis

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALIMENTAÇÃO DOS TEMPOS BÍBLICOS

RESENHA DO FILME TERRA VERMELHA

RELIGIOSIDADE NA ERA PALEOLÍTICA/NEOLÍTICA