AS BETÂNIA DA EXISTENCIALIDADE


 


O texto evangélico narra a tragédia de Betânia em tonalidade aparentemente sádica, vejamos no evangelho de João a descrição desse emocionante episódio: [Jo 11.5] "Jesus amava muito Marta, e a sua irmã, e também Lázaro. Porém quando soube que Lázaro estava doente, ainda ficou dois dias onde estava".

O texto nos diz que mandaram chamar a Jesus? Jesus não vem, aliás Jesus não dá nem um passo em direção aos seus pedintes, preciso abrir um parêntese, deixe me lhe fazer uma pergunta? O que você faz quando você reza, ora, jejua, sobe monte, desce monte, faz campanhas, faz votos, cumpre votos, vai em vigílias e Jesus não se desloca, não se move, não fala, fica em silêncio, qual é a sua reação? O que você faz quando você está diante de uma tragédia e você clama por Jesus e ele não vem.
Você sepulta a esperança das possibilidades e morre junto com ela ou você assume uma postura conformista e aceita os propósitos divinos para sua vida, que nem sempre está sujeita as hermenêuticas da teologia e nem as explicações da vida. O que você faz?

Será que a demora de Jesus é proposital ou Jesus simplesmente demora por que ele tem prazer nisso.           O texto diz que depois de dois dias Jesus foi andando lentamente em direção a Betânia e no 4º dia Jesus chegou lá.

O corpo de lázaro ao que tudo indica já havia entrado em estado de putrefação a ponto da escritura dizer que o corpo de lázaro já cheirava mal. Os discípulos não entendiam o por que do  retorno de Jesus para a Judeia,  pois os judeus queriam apedrejá-lo e além do mais Jesus sabia disso e por isso interrogou-os da seguinte maneira perguntando-lhes "Não são doze as horas do dia, enquanto estou no mundo sou a luz do mundo", o nosso amigo Lázaro está dormindo, mas eu vou lá acordá-lo. Os discípulos então disseram : Senhor, se ele está dormindo, isso quer dizer que vai ficar bom! – disseram. Mas o que Jesus queria dizer era que Lázaro estava morto. Porém eles pensavam que ele estivesse falando do sono natural. Então Jesus disse claramente: – Lázaro morreu, mas eu estou alegre por não ter estado lá com ele, pois assim vocês vão crer.
A razão estremece com essa afirmação de Cristo, "eu estou alegre por não ter estado lá com ele" depois do sermão com o titulo: "Antropofagia Espiritual" de Jesus em João 6,  para mim a homilia mais chocante de Jesus além do sermão sobre o pão da vida é o parafraseado aos discípulos a caminho de Betânia, vejamos novamente, estou alegre por não estar lá.

Imagine você no momento mais difícil de sua vida, o impossível se estabeleceu como "Modus Pensandi" em sua mente, não há remediações, você não pode fazer absolutamente nada, sua  última esperança esta em Jesus e derrepente você ouve passos na sua direção de um suposto mensageiro mensageiro de Deus, talvez um orador sacro, pregador, profeta, mestre, evangelista, diácono ou leigo que lhe informa a mando do próprio Jesus que ele está alegre por não estar com você, nessa situação tão desconfortante e lástimavel, o mensageiro com exatidão *"Ipsis litteris" lhe informa que Jesus está alegre por não estar com você nesse infortúnio da vida, daí de alguém perguntar, o por que da alegria divina para com a sua miserabilidade e sofrimento, será que de fato Jesus se alegra com as nossas tragédias?

Será que você amigo leitor não esta paradigmaticamente a respeito dessa clã de Betânia experimentando um dissabor na vida?

O relato Bíblico explicita o não conhecimento proposital de Jesus para aquela  familia de Betânia, o que equivale afirmar que Marta e Maria desconheciam o propósito da demora de Jesus ao passo que o evangelho menciona o propósito de tal demora para um grupo que está do lado de cá com  Jesus.           Talvez aqui nesse relato resida a resposta para muitas das suas preocupantes indagações da alma humana.
 Marta e Maria desconheciam na Betânia trágica de sua experiência existencial o por que de tanta demora de Jesus até porque eles eram como diz a escritura amigos. Porém os discípulos conheciam o plano de Jesus
para aquele atraso.

Talvez  você desconheça a pedagogia de Cristo nessa faculdade que forma homens e mulheres a "imagem e semelhança de Deus" e que para a aprovação são forjados na fornalha do tempo [chronos].

Você na Betânia da vida desconhece, [lado de lá] o "para" os discípulos [lado de cá], dimensão de comunhão absoluta com o mestre sabem que a demora é "para" um propósito, finalidade ou seja tragédias serão convertidas em milagres e tristezas em alegrias.

Como discípulo de Jesus eu posso lhe garantir  que a demora de Jesus está concatenada a resposta de Deus que virá na forma de maravilhas  pra resposta da sua oração.
 
Os discípulos de Jesus estão cientes de que o silêncio de Jesus é propositalmente pedagógico, homens de Deus e mulheres de Deus já estão sabendo que a demora divina é faz parte de um plano e que em um poucochinho de tempo você será o endereço de milagres de Deus na terra.

Por tanto discirna antes de fazer uma pergunta para Deus a respeito do seu silêncio, interpretando-o como ação dele para formatação do seu milagre e não caia em uma, [paranóia de agnoses] somada as muitas decepções da vida.

Afinal de contas o milagre, o médico dos médicos está trafegando na sua direção.

Paulo Mazarem

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ALIMENTAÇÃO DOS TEMPOS BÍBLICOS

RESENHA DO FILME TERRA VERMELHA

RELIGIOSIDADE NA ERA PALEOLÍTICA/NEOLÍTICA